Blogger templates

domingo, 21 de dezembro de 2014

José Gomes alcança triunfo mais expressivo fora de casa

O Al-Taawon derrotou o Al-Khaleej por 3-0, fora de casa, na 13ª jornada da Primeira Liga saudita, o que coincide com a vitória mais expressiva da equipa orientada tecnicamente pelo treinador José Gomes na condição de visitante nesta época.
A tendência para bons resultados como forasteiro está, assim, confirmada, uma vez que o Al-Taawon, sob comando de José Gomes, apenas perdeu numa ocasião, onde foi, claramente, prejudicado pela arbitragem. Ismael Al-Magrebi, mais um jogador bem moldado por José Gomes, foi um dos protagonistas desta partida, com a concretização de dois golos, enquanto Efoulou, outra referência do ataque da formação de Buraydah, fechou a contagem.
José Gomes mostrou-se, naturalmente, satisfeito com o rendimento da sua equipa: "Foi um jogo totalmente conseguido pela nossa equipa. Vamos para a paragem na liga saudita, motivado pela realização do Campeonato da Ásia, com o sentimento de serviço cumprido" - referiu o técnico, em declarações a Josegomescoach.com.
 
Pedro Santos
Foto: Direitos Reservados

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Tiago Velho: Um exemplo de solidariedade no seio do futebol

Atravessa-se, actualmente, a época natalícia e, com isso, associa-se a ideia de partilhar e de ser solidário.
Até aqui, nada de especial. Mas, neste caso, falamos de um caso solidário de quem o pratica constantemente. Depois de já ter ajudado, noutras situações, famílias com dificuldades, Tiago Velho continua a mostrar o seu lado bom.
Desta feita, Tiago Velho está a organizar um leilão de Natal, com muitos artigos desportivos, entre elas, camisolas de jogadores internacionais, como, por exemplo, a de Bernard (Shakhtar Donetsk), Pablo Aimar (ex-Benfica) ou Brahimi (FC Porto). O dinheiro angariado será transferido para pessoas com dificuldades e necessidades extremas.
O FAS - Futebol Ao Segundo foi ao encontro de Tiago Velho, que nos explicou como esta ideia surgiu: "Pensei em organizar um jogo solidário para a recolha de bens alimentares, mas como existe algumas associações a fazer recolhas de alimentos e até mesmo clubes, decidi pedir aos jogadores mais chegados. Isto é, aos jogadores, que conheço, pessoalmente, se me cediam a sua camisola para leilão, e o mesmo realizava-se, na minha página do Facebook e, para já, tem corrido muito bem".
E surge, portanto, outra questão: será que os jogadores profissionais aderem a este tipo de iniciativas? E, se sim, qual é a importância de tal? "Os jogadores estão sempre disponíveis para ajudar nestas causas. Às vezes, até demais e, para isso, nós, que fazemos leilões, temos que ter muita credibilidade, porque, hoje em dia, o jogador chega a dispensar a sua camisola, alguns têm que pagar ao seu clube para tal acção, pois existe muita gente que pede camisolas a jogadores e depois acabam por vender a própria camisola que lhe é oferecida por esse jogador com todo o gosto. No meu caso, as coisas são feitas às claras. A camisola é dada, é publicada na minha página e quando leiloada é publicado o valor, e, de seguida, compro os alimentos necessários. Aliás, eu sou contra aqueles que pedem aos jogadores camisolas e depois vendem. Posso dizer que, neste momento, não tenho uma camisola que seja minha. Dou tudo para leilão".
De toda a ajuda dada pelos jogadores, Tiago Velho realça um nome: João Afonso. "Realço a postura do João Afonso, pois ele é humilde e trabalhou e acreditou para chegar ao Vitória de Guimarães".
Após isso, Tiago Velho contou-nos a sua "aventura" para conseguir a camisola de João Afonso: "Pedi a sua camisola, através do seu empresário Nuno Correia, que, desde já, agradeço. O João Afonso tinha a camisola para me dar e não sabia como. Então, no fim do jogo com o Sporting de Braga, como ele não podia-me dar a camisola, porque não podia chegar-se junto do público, por causa da rivalidade, pensei: "eu tenho que ter hoje a camisola e tenho de fazer o sacrifício para isso". E então, enquanto, os jogadores do Vitória de Guimarães foram saudar os seus adeptos, eu desci até aos balneários, pedi a um "steward", que me deixasse ir. Contei-lhe a causa e ele, amavelmente, deixou. Quando chego perto do balneário do Vitória de Guimarães, sou impedido por uma "steward mulher", mas, no entanto, o mister Rui Vitória conheceu-me, desde a homenagem ao Fábio Faria, e também o guarda-redes Assis, e ambos chamaram o João Afonso, para me dar a camisola. Foi um momento muito marcante e o João Afonso sabe disso".
Questionado sobre o que o motiva a continuar a fazer este tipo de iniciativas solidárias, Tiago Velho disse que "a motivação é querer sempre ajudar. Às vezes, fico a pensar que as pessoas pensam que tiro proveito disto, mas não, nem engano ninguém, porque é a minha credibilidade que está em jogo e também faço tudo às claras. Gosto do que faço, torno a fazer outro, se for preciso. Faço tudo de consciência tranquila, pois sei que faço tudo e dou tudo pelos mais necessitados".
Mas será difícil organizar um leilão com tantos artigos de qualidade? "Não é difícil, porque as pessoas aderem bem a este tipo de situações. As pessoas gostam de ajudar. No entanto, se calhar, o tempo é escasso, devia ter começado mais cedo, mas consoante as pessoas vão adquirindo as camisolas, eu vou comprando os artigos alimentares. Dá-me gosto e orgulho levar um cabaz a uma pessoa necessitada, porque, naquele momento, estou a fazer-lhe feliz com pouco que dou. E o momento mais marcante foi o pequeno Rúben, e, aliás, presenciado também por uma pessoa amiga, que também se associou com um cabaz há pouco tempo, e que viu a realidade e a miséria que infelizmente existe".
Tiago Velho explica ainda para onde vai o dinheiro angariado: "Não vai para nenhuma instituição nem associação, porque salvo, devido respeito que tenho por essas instituições, já existe muita gente a dar-lhes, e quero ser diferente. Quero chegar a pessoas particulares, que estejam a passar por dificuldades e mostrar a outros poderes que podem ajudar essas famílias. Famílias sim, que ninguém se lembra delas. Ainda há pouco tempo, pediram-me para ajudar uma mãe com dois filhos, e, em três dias, arranjei artigos de mercearia para quase dois meses e, através da minha página do Facebook, porque publiquei algumas fotos das crianças e chegou logo a ajuda de uma instituição, mesmo perto dessa família, que desconhecia do caso. Mas este caso esta quase resolvido, é uma questão de tempo, mas senti-me útil e feliz por ter ajudado".

Foto: Direitos Reservados

sábado, 6 de dezembro de 2014

José Gomes vence segundo candidato ao título

O Al-Taawon, treinado por José Gomes, está imparável na Primeira Liga saudita, tendo derrotado por 4-3 o Al-Ittihad, candidato ao primeiro lugar, depois de, na ronda anterior, ter vencido fora de casa o Al-Shabab, também pretendente ao título de campeão, por 2-1.
Em jogo disputado no Abdul Aziz, em Budaraydah, destacou-se, na formação do prestigiado técnico, o hat-trick de Paul Efoulou, enquanto o outro remate certeiro pertenceu a Al-Hussein.
"Foi uma partida controladíssima, com muitas oportunidades de golo construídas. Depois de estarmos a ganhar por 4-0, vencer por 4-3 é um sabor estranho, mas acabou por ser uma vitória histórica do nosso clube. Na terça-feira, jogamos com o Al-Hilal e, na sexta, com o Al-Ahli. Será duro, embora a equipa se mostre bem preparada" - referiu José Gomes, em declarações a josegomescoach.com, o seu site oficial.  
No melhor período desde que José Gomes assumiu o comando técnico, o Al-Taawon ocupa o oitavo lugar, ainda com a décima primeira jornada por concluir.
 
Pedro Santos
Foto: Direitos Reservados

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

José Gomes vence no estádio histórico de Portugal

O Al-Taawon, orientado tecnicamente por José Gomes, voltou a conquistar os três pontos na principal liga saudita, ao vencer por 2-1 na visita ao Al-Shabab, no King Fahd, em Riad, onde Portugal se sagrou campeão de mundo de juniores, em 1989.
O Al-Shabab adiantou-se no marcador por Rafinha, logo aos 12 segundos, mas o Al-Taawon concretizou a "remontada", na sequência de notável exibição, confirmando os excelentes indicadores demonstrados no campeonato e no estágio realizado nas Emirados Árabes Unidos, incluindo o triunfo sobre o Al-Wasl, onde actua o internacional Hugo Viana. Paul Eloufou e Adnan Fallatah apontaram os seus golos aos 61 e 90+5 minutos, respectivamente. 
Após o confronto perante um adversário que luta pelo título, o Al-Taawon continua, portanto, sem perder fora de casa desde que é comandado por José Gomes, uma vez que regista dois empates e o triunfo de ontem.
José Gomes mostrou-se, naturalmente, bastante satisfeito no final da partida, em declarações ao seu site oficial: www.josegomescoach.com. "Foi um jogo soberbo. Sofremos um golo aos 12 segundos de jogo e marcámos no último segundo. Grande jogo da minha equipa, embora com muitas oportunidades de golo falhadas. Estamos no caminho certo".
 
Pedro Santos
Foto: Direitos Reservados