Blogger templates

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Exclusivo: "Quiseram destruir o Boavista, mas não o conseguiram e fez-se justiça" - Rui Óscar

(Foto: AFP)
O ex-jogador do Boavista, Rui Óscar, em entrevista exclusiva ao FAS - Futebol Ao Segundo, afirmou que o ingresso dos axadrezados na Primeira Liga, da próxima época, é justo.

FAS - Futebol Ao Segundo (FAS) - Foi campeão pelo Boavista, em 2000/2001. Como caracteriza essa época?
Rui Óscar (RO) - Foi, sem dúvida, uma grande época. Uma época inesquecível, tanto a nível pessoal, como para o Boavista. Tínhamos um excelente plantel de jogadores com elevada qualidade, uma estrutura profissional excelente, tanto a nível técnico como de direcção, que nos deu todas as condições para conseguirmos esse grande feito.

FAS - Ainda se lembra do jogo que consagrou o Boavista campeão?
RO - Sim, claro, sem dúvida. Foi contra o Desportivo das Aves que vencemos e fomos campeões nacionais. Foi uma grande alegria para todo o grupo de trabalho e para os adeptos. Inesquecível!

FAS - Em 2007/2008, o Boavista acaba por descer de divisão na secretaria. Foi um momento triste para si, certamente?
RO - Foi com grande tristeza que recebi a notícia daquilo que aconteceu ao Boavista. Para mim, uma grande injustiça. Quiseram destruir o Boavista, mas não o conseguiram e fez-se justiça.

FAS - Na próxima época, o Boavista voltará a competir na Primeira Liga. Sente que foi feita justiça?
RO - Foi, claramente, feita justiça e depois de uma travessia no deserto muito difícil, por todos estes anos de sofrimento, valeu a pena o esforço e a dedicação de todas as pessoas que trabalharam e nunca desistiram que se fizesse justiça. É um momento histórico este regresso do Boavista.

Rui Óscar (à direita) ao serviço do Boavista
(Foto: "Record")
FAS - Para si, o que pensa que é necessário o Boavista fazer para evitar alguns erros do passado?
RO - Penso que sabem bem o que fazer para não cometer os erros do passado, mas temos de ver que o Boavista foi a equipa mais prejudicada de todas, também ao nível do apoio financeiro. Neste momento, acho que tem todas as condições, desde que mantenha os pés bem assentes na terra, para poder, com calma, resolver muitos problemas que tem, porque eles não desapareceram, e voltar a ser o grande Boavista, que, sem dúvida, faz falta ao futebol português.

FAS - Pensa que o Boavista ao integrar-se na Primeira Liga, parte do "zero" ou pensa que não, isto é, terá o Boavista as mesmas capacidades de alguns anos atrás para competir neste escalão?
RO - Logicamente que é o inicio de uma nova era para o Boavista e tem de se cimentar bem as ideias, porque tem um longo caminho para percorrer. Mas tenho a certeza que não faltam jogadores de qualidade que queiram vestir aquela camisola e jogar num clube como o Boavista, porque quem jogou lá sabe bem o que se sente e a alegria de vestir aquela camisola. O Boavista tem umas condições fantásticas, pessoas trabalhadoras e é o 4º Grande do nosso futebol. FORÇA BOAVISTA!

O FAS - Futebol Ao Segundo agradece a disponibilidade do ex-jogador Rui Óscar.

Sem comentários: