Blogger templates

sábado, 7 de maio de 2011

Entrevista exclusiva a Gonçalo Santos (defesa do Desportivo das Aves)

Gonçalo Santos, defesa do Desportivo das Aves,  em entrevista exclusiva ao FAS - Futebol Ao Segundo, disse que os restantes quatro jogos do campeonato são para assegurar a melhor classificação possível, e para a próxima época, atacar a subida de divisão.

FAS - Futebol Ao Segundo (FAS) - Com que idade começou a jogar oficialmente e em que clube?
Gonçalo Santos (GS) - Comecei a jogar oficialmente com 10 anos nas escolinhas dos Cracks Clube de Lamego.

FAS - Qual o seu percurso desportivo?
GS - Comecei nos Cracks Clube de Lamego, com 10 anos. Depois aos 15 anos, no escalão de juvenis, fui para a Académica de Coimbra, onde completei lá a minha formação. Em 2005 fui para o Tourizense, que estava na segunda divisão nacional. Permaneci lá três anos, emprestado pela Académica. Na época 2008/2009 regressei à Académica. Na temporada 2009/2010 estive no Santa Clara, e nesta época estou no Desportivo das Aves, sempre emprestado pela Académica. 

FAS - Quando surgiu a oportunidade de jogar nos Nacionais, no Continente, qual foi a sua reacção na altura e o que esperava?
GS - Saindo da formação e ir para a segunda divisão nacional, foi muito positivo, apesar de que o meu objectivo era ser integrado desde logo no plantel da Académica. Mas esse ano no Tourizense foi essencial para a minha progressão, pois fiz os jogos todos, chegamos longe na taça de Portugal, mas aí perdemos com o Benfica. Nessa altura, fui chamado aos trabalhos da seleção nacional de Sub-20.

FAS - Que balanço faz de si, como jogador, e da sua equipa?
GS - Esta época estou a jogar numa posição nova, médio defensivo, e estou a adaptar-me muito bem. Tenho realizado bons jogos e tenho ajudado a equipa. Foi pena não termos conseguido o nosso objectivo que passava pela subida de divisão. Mas estamos empenhados em conseguir a melhor classificação possível. Fazendo um balanço, penso que a nossa equipa poderia ter ido mais longe. A nível pessoal, fora a lesão que me afastou por uns tempos, trouxe mais uma posição alternativa no campo e penso que correspondi de maneira satisfatória às expectativas do treinador.

FAS - Dado que falta quatro jornadas, o que podemos esperar da equipa do Desportivo das Aves, e da sua prestação num futuro próximo?
GS - Esta época resta-nos lutar pela melhor classificação possível, mas no futuro penso que o clube tem todas as condições para subir de divisão. Com as condições presentes, o Desportivo das Aves tem toda a legitimidade de querer afirmar-se na primeira Liga. A nível pessoal, como ainda tenho contrato com a Académica, o meu principal objectivo é voltar ao plantel principal e afirmar-me na primeira Liga, retribuindo assim toda a confiança que a Académica demonstrou em mim.

A equipa técnica do FAS - Futebol Ao Segundo, agradeçe a disponiblidade do defesa do Desportivo das Aves, Gonçalo Santos, desejando-lhe muitas felicidades na sua carreira desportiva.

Fotos: Direitos Reservados

Sem comentários: